segunda-feira, 13 de julho de 2009

O HOMEM ÁRVORE


Dede Koswara, um pescador indonésio de 37 anos, sofre de uma doença terrível que começou a deformar seu corpo há 20 anos, fazendo com que este tenha o aspecto de uma árvore. Essa é a comovente história do "Homem-Árvore", como foi apelidado pelos moradores do local em que vive.

A história de Dede começou quando ele tinha 15 anos e acidentalmente, sofreu um corte no joelho e a partir de então, sua perna começou a ser tomada por uma estranha camada que mais parecia uma casca de árvore. Com o tempo, a doença foi se espalhando e seu corpo ficou praticamente coberto por "galhos". Dede foi demitido do emprego, pois estava inapto para trabalhar. Sua mulher acabou por deixá-lo e ele teve que cuidar dos filhos. Para sobreviver e ganhar o pão de cada dia, foi obrigado a ser uma atração em um circo.

Desesperado, não conseguia obter respostas para seu problema de saúde. Nenhum dos médicos sabia responder o que ele tinha e como tratá-lo. O caso chegou até o canal científico de televisão Discovery, que fez um documentário sobre o assunto. A história chamou a atenção do renomado dermatologista norte-americano Dr. Anthony Gaspari, da Universidade de Maryland. Depois de alguns testes, o médico concluiu que a doença foi causada pelo vírus HPV, que se desenvolveu de uma forma completamente diferente do que nos outros humanos.

Dede possui uma falha genética gravíssima: seu sistema imunológico praticamente não existe. "Tecnicamente é como se ele fosse um paciente com AIDS em estado terminal", explica o Dr. Gaspari.Os médicos decidiram operá-lo e administrar doses diárias de uma droga sintética, para combater a enfermidade. "Seu corpo jamais será normal, mas após a cirurgia e o tratamento, ele terá uma vida mais digna e poderá executar suas tarefas diárias", afirma Gaspari.








widgeo

4 comentários:

Iaísa disse...

Uma vida mais digna a este moço. Adorei a matéria! Grande abraço e parabéns! :*

Iaísa disse...

Uma vida mais digna a este moço. Adorei a matéria! Grande abraço e parabéns! :*

Loja Roberto Vascon/Natal disse...

OI LUCIANO, EU VI O DOCUMENTÁRIO SOBRE ESSA HISTÓRIA NO DISCOVERY. FIQUEI IMPRESSIONADA NÃO APENAS COM O SOFRIMENTO DELE, MAS COM A SUA SERENIDADE. COMO VC FALOU, PARA SOBREVIVER, ELE TRABALHA NUM CIRCO; SE APRESENTA COMO UMA "ABERRAÇÃO" DA NATUREZA JUNTAMENTE COM OUTRAS PESSOAS QUE, IGUALMETE, TEM DOENÇAS RARAS QUE PROVOCAM UM ASPECTO DE "MONSTRO" NESSAS PESSOAS. SÃO CINCO NO TOTAL, SE NÃO ME ENGANO. O QUE MAIS ME ENCANTOU EM TODOS ELES FOI JUSTAMENTE A MANSIDÃO. NÃO VI REVOLTA, NEM SENTIMENTO ALGUM QUE FOSSE NEGATIVO. AO CONTRÁRIO, UM DÁ FORÇA PARA O OUTRO E APESAR DAS HUMILHÃÇÕES QUE SOFREM ELES PERMANECEM CALMOS E RESIGNADOS. PARA MIM FOI UM EXEMPLO A HISTÓRIA DE CADA UM DELES; ÀS VEZES NÓS NOS IRRITAMOS POR COISAS TÃO BOBAS QUE VER A UNIÃO, A PACIÊNCIA E A ALEGRIA DAQUELAS CRIATURAS TÃO DISFORMES ME FEZ REFLETIR. MAS, QUE BOM QUE EXISTEM PESSOAS, COMO O MÉDICO QUE SE INTERESSOU PELO CASO DO "HOMEM ÁRVORE", PROCURANDO CURÁ-LO! EXISTEM OUTROS CASOS SEMELHANTES, E EU ESPERO QUE TODOS CONSIGAM TER SEUS PROBLEMAS AMENIZADOS, SENÃO RESOLVIDOS. ABRAÇOS.

Eli Abençoada disse...

nossa luciano que situaçao dificil deste homem ate aesposa foi embora..na hora que ele + precisava...perdeu o emprego e foi uma atraçao em um circo só deus p dar lhe forças p seguir em frente,tem coisas neste mundo que nos desconhecemos nao é bsj

musica