quinta-feira, 12 de novembro de 2009

A ARTE QUE VEIO DO CLERO

Luciano Rocha e Frei Ricardo, Curador da mostra e um dos artistas


Mergulhando em um universo de sentimentos e sensibilidade, religiosos (padres, freiras e seminaristas) capuchinhos de Fortaleza criaram e conceberam obras de arte que nos dão orgulho de ver. Através de sua arte eles se expressaram e mostraram para o mundo suas mais íntimas vivências e sentimentos, provando que, quando se quer, tudo é possível.


Os frades capuchinhos da Província de São Francisco das Chagas do Ceará e Piauí oferecem ao público a oportunidade de mergulhar nesse universo religioso e criativo da poesia, pintura, desenho, fotografias, escultura e instalação. Os trabalhos são encantadores e dignos de estarem em qualquer exposição do país e do mundo.


A arte é uma porta essencial para um mundo fantástico de cada artista, além de realizar uma interação individual e coletiva colocando nas mãos de cada um o poder das palavras cores e imagens. Tudo para que se possa entrar em uma viagem em busca de si mesmo, da luz e da sombra que existe dentro de cada um de nós.



















Um comentário:

DALVINHA disse...

Bela postagem q enaltece o olhar e alimenta a alma.
Parabéns!!!

musica