quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

OS ROSTOS DE VICENTE FERRER


Vicente Ferrer nasceu em Barcelona, Espanha, em 09 de abril de 1920. Durante sua juventude entrou para a Companhia de Jesus com a intenção de ajudar os mais necessitados. Muita coisa mudou em sua vida depois disso.


Em 1952 foi morar em Bombay com a intenção de terminar sua formação espiritual, porém ao ver tanta pobreza naquele lugar, sua vida tomou outro rumo: ele passou a dedicar-se a ajudar os menos favorecidos. É claro que isso o tornou uma ameaça para quem não se preocupava com essas pessoas.


Em 1968, ele foi expulso da Índia, pois causava um mal estar entre os poderosos. Apesar disso formou-se uma grande mobilização entre líderes políticos e religiosos contrários a esta situação. A própria Indira Gandhi retratou-se através de uma carta.


Em 1969 ele volta para a Índia e passa a morar em Anantapur, um dos distritos mais pobres da Índia com o intuito de recomeçar sua luta em defesa dos mais fracos. Foi nesse período que ele resolveu criar a fundação Vicente Ferrer. Não sabia ele que estaria se imortalizando através da Instituição beneficente.


Hoje , graças à Fundação Vicente Ferrer, entidade filantrópica com adeptos em todo o mundo, um grande número de indianos sabem ler, escrever e tem uma vida digna. O número de funcionários saltou de 06 (no início) para milhares, tornando Vicente Ferrer um ícone da boa vontade.


Através dessas lindas fotos de Manuel Libres podemos ilustrar essa envolvente história de ajuda ao próximo. Infelizmente hoje ele não está mais entre nós, mas seu nome ficou perpetuado na história mundial.
























Um comentário:

Marcio.Franco disse...

Os dalits indianos sempre tem muito a nos ensinar com sua humildadeemodo de vida desapegado..A cultura indiana apenas devia incrporar a estes cidadaos direitos de igualdade social que lhes sao proprios...

musica